Universidade de Coimbra já é património da UNESCO
Banco Santander Totta financiou o restauro da Torre da Universidade de Coimbra
Universidade de Coimbra vista do rio
O património material abrange cerca de 200 imóveis, incluindo a Biblioteca Joanina edificada por D. João V e construída entre 1717 e 1728 guarda mais de 53 mil obras literárias.
Em Portugal, 90% do investimento em Responsabilidade Social do Santander Totta destina-se ao Ensino Superior através de bolsas de mobilidade
Banco Santander Totta financiou o restauro da Torre da Universidade de Coimbra
A vivência e a cultura estudantis contribuem para todas as vivências de um património imaterial único. (Matrículas 2010/2011)
A Queima das fitas faz parte de um património imaterial único (critério VI)
Todos os anos a Serenata Monumental marca o início da queima no Largo da Sé Velha (critérios IV e VI)

Universidade de Coimbra já é património da UNESCO

Foi em finais de Dezembro de 2010 que Portugal formalizou a candidatura da Universidade de Coimbra a Património Mundial da UNESCO.
A documentação inicial entregue à Comissão Nacional da UNESCO a 15 de Novembro de 2010 por Fernando Seabra Santos, então reitor da Universidade de Coimbra, tinha cerca de duas mil páginas, organizadas em sete volumes.